parallax background

Erros provocam tragédia

Pelo vale de lágrimas
February 26, 2018
Podcast – Re:começos: Uma família restaurada
February 26, 2018

Não permita que a sucessão de erros em sua vida, seus pecados, o afastem do amor de Deus que está em Cristo Jesus.

 
"S ucessão de erros marcou tragédia”. Esta foi a manchete do artigo na Gazeta do Povo de 21 de maio de 1996. O desabamento do Edifício Atlântico em Guaratuba, naquele verão, que matou 29 pessoas.

“Foi causado por erros em cima de erros”, segundo Orlando Strobel, presidente do CREA-PR. O engenheiro responsável pela construção tem sido obrigado a arcar com algumas despesas de fisioterapia e de reconstrução do prédio, mas jamais poderá pagar pelas 29 vidas que foram ceifadas, pelos relacionamentos interrompidos, pela dor da separação, pelos planos frustrados e pelas lágrimas derramadas. Advogados dos dois lados negociam e renegociam o que fazer para resolver de alguma maneira o impasse dos escombros materiais e emocionais.

É impressionante pensar que qualquer um de nós poderia estar envolvido em uma tragédia como esta. Basta estar vivo no planeta Terra para sofrer as consequências dos nossos erros e dos erros dos outros. É o pedestre atropelado pelo motorista bêbado, é a criança atingida por uma bala perdida, é o hemofílico contaminado pelo vírus HIV através de uma transfusão de sangue ou a hemodiálise de Caruaru matando ao invés de dar mais vida. Sucessão de erros voluntários ou involuntários que podem atingir qualquer um de nós.

Na nossa relação com Deus ocorre o mesmo. Porque muitos apontam para vários caminhos como o caminho para o Céu, para uma relação verdadeira com Deus, a confusão começa a reinar. As ideias e erros de alguns levam muitos a ficar perdidos sem saber realmente como chegar a Deus. A Bíblia nos diz que Jesus é o caminho, a verdade e a vida. O próprio Jesus nos diz no evangelho de João que ninguém chegaria a Deus senão através da Sua morte na cruz. A sucessão de erros na construção do Edifício Atlântico levou 29 pessoas à morte.

A Bíblia nos diz que a sucessão de erros que cometemos durante nossas vidas nos levam à tragédia da morte eterna – separação de Deus. No Edifício Atlântico a consequência foi morte física, mas na ausência de relação verdadeira com Deus a consequência é morte eterna. “Porque o salário do pecado é a morte”, diz a Bíblia.

Como os envolvidos na tragédia do Edifício Atlântico, eu e você temos também um advogado que intercede por nós. A diferença é que na nossa relação com Deus nós somos os culpados e o nosso advogado, ao perceber que era impossível negociar o preço da tragédia gerada pelos nossos pecados, resolveu pagar por todos os danos Ele mesmo, através da Sua morte na cruz – “… se alguém pecar, temos um advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo.” “Pois o próprio Cristo morreu por vocês. Uma vez por todas Ele morreu pelos pecados; um homem bom pelos maus para nos levar a Deus.”

Caro leitor, não permita que as tragédias da vida o peguem de surpresa. Não permita que as ideias de outras pessoas o confundam. Não permita que a sucessão de erros em sua vida, seus pecados, o afastem do amor de Deus que está em Cristo Jesus. Porque “… o presente de Deus é vida eterna para quem está unido com Cristo Jesus, o nosso Senhor.” Faça agora mesmo esta oração recebendo o perdão dos seus pecados e a certeza de vida eterna com Deus: “Senhor Jesus, muito obrigado por ser meu advogado e por morrer na cruz pelos meus pecados. Eu quero a Sua presença na minha vida como meu Senhor e Salvador. Amém.”

Textos base utilizado: 1 João 2.1 ; 1 Pedro 3.18 ; Romanos 6.23


 

.

.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *